Acesse nossas redes

Circulando em off

Que se desarmem os palanques

gazetaadm

Publicado

em

Fotos: Reprodução

Aos poucos os principais protagonistas das eleições municipais em Mossoró começam a desarmar os palanques, embora alguns adeptos mais radicais das duas alas teimem em seguir adiante com seus bastões erguidos. Estão totalmente fora da freqüência.

É natural que numa eleição acirrada, o calor da emoção continue a se propagar por algum tempo, o suficiente para que os ânimos sejam serenados e que o novo contexto estabelecido encontre seu curso normal.

O prefeito eleito legitimamente Allyson Bezerra(SD) não deve se deixar levar por estímulos que não sejam a busca da resolução dos problemas que afligem à população, assim como o agrupamento que torceu pela continuidade administrativa da prefeita Rosalba Ciarlini(PP), deve guardar as bandeiras e evitar tentar tumultuar a gestão que ainda começa.

Ninguém poderá, no entanto, fugir do julgamento popular. A propósito, foi isso que aconteceu em relação à prefeita Rosalba Ciarlini, então franca favorita no princípio do processo. Não venceu devido ao óbvio: faltaram votos. É que dessa vez não conseguiu passar pelo crivo da população, exatamente em razão do descontentamento de parte da massa, que se sentiu desprestigiada frente às ações de governo.

Muita gente que votou toda vida com a Rosa decidiu virar as costas como uma espécie de ato recíproco. Ou não entendeu o discurso da crise administrativa e preferiu se encantar pelas propostas da mudança bem concatenadas pelo prefeito Allyson, que soube potencializar a negatividade de pontos nefrálgicos da administração.

Agora do outro lado do balcão, de estilingue à vidraça, ele se depara com esses pontos negativos que tanto propagou em campanha. Portanto, deverá lançar luz a esse propósito e mostrar que vai alinhar o que disse estar torto, pedindo um tempo à população para isso e controlando seu povo a não se perder em picuinhas.

Permanecer no palanque ou ficar o tempo todo olhando o retrovisor não lhe sobrará tempo para perceber os faróis da permissão de passagem. Resta-lhe então, como prefeito de todos os mossoroenses, intensificar o trabalho, nutrir o reconhecimento futuro e aguardar o próximo julgamento popular.

À população, um pouco de paciência, e seguir torcendo por melhores dias.

AUXÍLIO

A senadora Zenaide Maia (Pros) assinou requerimento para que o Congresso suspenda o recesso parlamentar e vote projetos urgentes, como o PL 2928/2020, de autoria dela, que prorroga o auxílio emergencial. O texto foi apresentado em maio do ano passado e já previa a necessidade de continuidade do pagamento da renda mínima para as camadas mais vulneráveis da população, afetadas tanto pela crise financeira quanto pela pandemia do coronavírus.

EM TEMPO

Para Zenaide, o Brasil tem duas prioridades, neste momento: vacinação e prorrogação do auxílio emergencial. “São duas medidas que salvam vidas! O Congresso, diante da inércia do governo federal, precisa novamente assumir o protagonismo e assegurar, de um lado, vacina para todos e, de outro, renda mínima para quem mais precisa!”, defendeu a senadora.

O GÁS NAS ALTURAS

Absurdo esse aumento desenfreando e sistemático do gás de cozinha. No bojo da questão, a volta galopante da inflação. E muita gente percebe a dor no bolso, mas não dá o braço a torcer. É osso.

DEPUTADO

O ex-senador Garibaldi Filho(MDB) faz contatos discretos vislumbrando seu retorno ao parlamento estadual.

APODI

O prefeito de Apodi, Alan Silveira(MDB) faz circular nas redes sociais e grupos de zap: “Boa Noite meus amigos! Sede do Poder Executivo Apodiense, local onde estarei mais quatro anos trabalhando, planejando e atendendo meu povo. Sempre com diálogo e respeito com todos. Estou mais quatro anos como Prefeito de todos e vocês sabem onde me encontrar, vamos juntos!”.

ENTENDIMENTO

Após um catabilho na relação política, o ex-prefeito Nilton Figueiredo(PR) e a prefeita de Pau dos Ferros, Mariana Almeida(PSD), chegaram ao entendimento. Fumaram o cachimbo da paz. Ainda bem.

CONTEMPLAÇÃO

O saudoso deputado Vingt Rosado dizia que ao terminar uma campanha vitoriosa, chegada a hora da divisão das fatias do poder, o vencedor sempre acreditava estar contemplando determinados aliados com muito além do merecimento. Enquanto isso, o aliado sempre realçava um descontentamento ao acreditar que merecia muito mais. Quer dizer, não há como agradar a todo mundo. É fato.

NO PARA-CHOQUE

Pobre é igual disco de embreagem: quanto mais trabalha, mais liso fica.

ARTICULAÇÃO

O ministro conterrâneo Rogério Marinho estaria sendo convocado pelo presidente Bolsonaro a fazer articulações na campanha do deputado Arthur Lira(PP-AL) contra Baleia Rossi(MDB-SP). Ele é bom nisso.

ÁGUA EM SERRA DO MEL

Os recursos para perfuração de um poço de alta profundidade na vila Rio Grande do Norte, em Serra do Mel, já foram assegurados pelo deputado João Maia(PR). A população agradece.

A QUEM INTERESSAR POSSA

Coice de égua não machuca cavalo.

SÃO MIGUEL

Em São Miguel, a vitória do prefeito Célio de Elizeu(PSDB) deu um gás ao patrimônio político do deputado Raimundo Fernandes(PSDB) na região. Liderança consolidada no Alto Oeste, Raimundão tem sido hábil no trabalho de ampliação da sua base. É isso aí.

PARCERIA

A Rádio Difusora de Mossoró caminha para fazer parceria de transmissão com as rádios Farol, de Touros e Central, de Pedro Avelino. Avante!

VACINAÇÃO

Que todas as lideranças políticas do Rio Grande do Norte esqueçam as indiferenças e se unam em favor da agilização da vacinação do povo potiguar contra a Covid-19.

RELAX MUSICAL – “Deixa a dor lá atrás/Com quem fez doer/Tá nascendo o sol/Vai amanhecer…” OSWALDO MONTENEGRO

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Copyright © 2019 Gazeta do Oeste