Acesse nossas redes

Psicodialogando

O pulo do gato é sair da caixa

gazetaadm

Publicado

em

O mundo está cheio de receitas para ser um bom profissional. Há 7 anos, fico buscando quais os ingredientes para me sentir uma boa psicóloga. Tive o privilégio de uma referência familiar, uma boa formação acadêmica, vivi a Universidade Federal com tudo o que há de melhor em ensino, pesquisa e extensão. Estudei idioma, engordei o lattes, fiz pós, virei noite, li um bocado, mas lhes digo honestamente: o pulo do gato ainda não está aí!

Eu entendi que eu só estaria no caminho de ser a psicóloga que eu quero ser quando eu aprendesse a pensar fora da caixa, e pra pensar fora da caixa, você tem que sair dela! A primeira pancada está aí: as pessoas te admiram por pensar fora da caixa, mas não poupam esforços pra cortar suas asas para que você possa caber nela.

Foi fazendo minha própria terapia no lugar de cliente que fui aprendendo a ser terapeuta. Foi vivendo, viajando, lendo coisas fora da Psicologia, conversando com pessoas de fora da área que eu fui construindo sentido de que realmente existem infinitas formas de viver, sentir, pensar e se relacionar. Uma coisa é ler sobre isso, outra é construir sentido ao ler a entrelinha e ouvir o que não é dito.

Foi explorando minhas próprias loucuras que aprendi a me comunicar com as dos outros. Foi fincando os dois pés na humanidade que aprendi a me conectar com humanos. Eu não conseguiria entendê-los se eu tivesse todos os parafusos bem encaixadinhos. Tive que sacudir a cabeça e me despentear para afrouxar alguns, e foi assim que descobri sobre leveza e liberdade. Quando vejo o comércio de gel e laquê para deixar cada fiosinho assanhado no lugar, me dá uma verdadeira tristeza!

Ahh, mas tem um preço, viu!? E é alto! Quer ser um bom psicólogo!? Na minha receita tem uma porção de livros e doses desenfreadas de mergulho na imperfeição. Aos novinhos, não se preocupem. Sair da caixa para conseguir ver além dela não tem muito a ver com quantidade de anos.

Lígia Sousa, psicóloga.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

 


Publicidade

Copyright © 2019 Gazeta do Oeste