Acesse nossas redes

Teatro

Monólogo sobre um pescador faz turnê nacional e chega a Mossoró e Tibau neste fim de semana

Premiado ator e diretor sergipano Ivo Adnil sobe ao palco de vários Estados para transformar sua plateia em peixes na peça “De Canoa e de Rede”.

gazetaadm

Publicado

em

SINOPSE: Na peça, Vitalino pretende casar com a filha de um mestre pescador da região e, sendo sonhador e talvez um pouco lunático, ele conversa com peixes, dá nomes a eles e jura ter encontrado uma sereia. A partir deste instante, Vitalino tenciona fazer um trato com o ser fantástico. 

A peça foi inspirada por histórias antigas de monstros marinhos, Os Lusíadas e mesmo novelas de televisão que dão conta do universo do mar e da dura vida dos pescadores. “O espetáculo tem direta comunicabilidade com o espectador”, relata o experiente ator e diretor Cícero Vieira.

Em determinado momento do espetáculo, Vitalino Pescador, sujeito simples, mas com grande sabedoria da vida e do mar, lança uma rede inteira sobre a plateia presente à encenação de “De Canoa e de Rede”. A peça, escrita em 2009 pelo cineasta e autor teatral gaúcho Ruy Jobim Neto, ganha montagem inédita dez anos depois com a encenação do diretor sergipano Cícero Vieira, tendo, na pele do personagem Vitalino Pescador, o premiado ator e diretor Ivo Adnil, também natural de Sergipe. 

A peça chega na próxima sexta-feira (7) a Mossoró, no palco do Teatro Dix-Huit, às 19h30 e ao Espaço da Luz, em Tibau, no sábado (8), às 19h30.

“DE CANOA E DE REDE” estreou em 24 de janeiro no Festival de Teatro do Sesc Napoleão Ewerton, em São Luís (MA), começando na capital maranhense uma turnê por todo o País, literalmente, por palcos de 48 cidades de 15 Estados, ao longo do litoral brasileiro.

A trajetória dos artistas por trás do encanto e da magia de “De Canoa e de Rede” é bem variada, o que mostra como a peça unifica sensibilidades e exala brasilidade em cada frase de Vitalino Pescador. Ivo Adnil, que o interpretará no espetáculo, tem percorrido mais de 40 anos do Coletivo Teatral Nósnaestrada no teatro brasileiro, participando da criação de espetáculos de peso e se apresentado em palcos em todo o País. Como o próprio Ivo reflete, “é uma grande alegria dar a vida a Vitalino, que me seduziu muito enquanto personagem e espero que seduza também as plateias”.

“Estamos todos apaixonados por Vitalino”, exclama Cícero Vieira, que trabalhou com Ivo Adnil “as possibilidades do carisma intenso do personagem, toda a loucura dos sonhos que são, na verdade, os nossos sonhos”, completa o encenador, que também tem sua carreira no audiovisual. A peça tem sido testada e apresentada a plateias diversas antes de partir para a estreia e percorrer o Brasil. Ruy Jobim Neto, o autor de “De Canoa e de Rede”, buscou colocar no texto essa brasilidade nos sonhos de Vitalino. “Com o talento e qualidade do trabalho do Ivo na pele do personagem e com o olhar apaixonado do Cícero, só cabe às plateias de todo o Brasil se encantarem com esse pescador”, vibra o escritor.

COLETIVO TEATRAL NOSNAESTRADA – Criado em Aracaju pelo ator e diretor Ivo Adnil no ano de 2000, teve desde seu início o objetivo de fomentar a formação de plateia para o teatro, com formação de novos talentos através de oficinas de iniciação teatral e diversos espetáculos montados desde então. A primeira montagem ocorreu em 2002, “O Sal das Tempestades”, texto de Araripe Coutinho. Entre 2012 e 2014, o Coletivo passou a realizar espetáculos no Presídio Feminino de Sergipe, dentro do projeto Penarte, para ressocializar mulheres em situação prisional. Outras montagens do Nosnaestrada: “Na Juventude Não Fui Jovem”, “Dois Poetas e Um Divã”, “A Lebre e a Tartaruga”, “Viagem na Argila”, entre muitos outras. Com oficinas teatrais ministradas por diversos municípios de Sergipe, além de projetos como “O Teatro Vai à Escola / Teatro na BR-101” e “Teatro Para Todos”, o Coletivo circula por várias cidades, para fomentar intercâmbio e entretenimento.

IVO ADNIL (intérprete) – O ator e diretor teatral sergipano Ivo Adnil é também artesão reciclador, produtor cultural, dramaturgo e está presidente do SATED do Sergipe desde 2010. Sua primeira montagem profissional se deu em 1979, com “Abraão e Sara”. Entre textos de sua autoria e de outros autores, Ivo Adnil montou, ao longo de 40 anos, peças de Araripe Coutinho, Hermes Fontes, Marcelo Déda, Zelda Leite bem como obras de William Shakespeare e Sigmund Freud. Participou de longas-metragens como “Abraço” e de curtas. É membro fundador da ABLA (Academia Barracoqueirense de Letras e Artes), onde ocupa a cadeira 07.

CÍCERO VIEIRA (encenador) – Ator, diretor teatral e arte-educador, Cícero Vieira tem formação superior em Ciências Contábeis pela UFS e pós-graduação em Gestão de Criatividade. Como ator, participou de peças como “A Moratória”, “A Ratoeira”, “Baal”, “Alzira Power”, “Morte e Vida Severina” e outras. Participou de longas-metragens de cineastas como Paulo Thiago, Geraldo Motta e Deivisson Fiuza, bem como atuou em curtas de André Aragão, Roberto Jabor, Bruno Montalvão e outros. Como encenador, dirigiu, entre outras obras, a peça de Commedia Dell’arte “A Farsa do Advogado Pathelin”, de autor anônimo.

RUY JOBIM NETO (autor) – O cineasta, autor teatral e cartunista Ruy Jobim Neto publicou sua primeira página em quadrinhos na Revista Painel, em Foz do Iguaçu, em 1976. Formado em Cinema pela ECA-USP, escreveu, dirigiu, montou e produziu diversos curtas-metragens de ficção como “Hyppólita” (2011) ou o documentário “Miniaturas”, rodado em 2017 em Portugal. Como autor teatral, ganhou o Prêmio Usiminas/Sinparc 2013 de Melhor Texto Adulto com “Do Claustro”, tendo e teve peças montadas em vários lugares do Brasil e fora dele. É autor de cinco livros, um deles, de 2002, “Na Tigela com Jarbas”, com tiras cômicas em quadrinhos.

SERVIÇO

“DE CANOA E DE REDE” – Monólogo com Ivo Adnil, texto: Ruy Jobim Neto, direção: Cícero Vieira.

Duração: 55 minutos

Próxima apresentação: MOSSORÓ (RN)

Local:  Teatro Municipal Dix-Huit Rosado – Av. Rio Branco, s/n

Quando: 07 de fevereiro (sexta-feira)

Depois: TIBAU (RN)

Local: Espaço da Luz, Tibau 

Quando: 08 de fevereiro (sábado)

Horário: 19h30

Informações: 

Instagram: @decanoaederede / Facebook: @decanoaederede

Fotos: Ilmara Costa

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2019 Gazeta do Oeste