Acesse nossas redes

Decisão

Justiça Federal inocenta o ex-prefeito Iramar Oliveira no caso da obra do Complexo de Santo Antônio

Ex-prefeito de Marcelino Vieira disse que sempre teve sua consciência tranquila já que não cometeu nada ilícito

gazetaadm

Publicado

em

Foto: Reprodução

O juiz federal da 12ª Vara Federal, sediada em Pau dos Ferros, Dr. Rodrigo Arruda Carriço afirmou em sua decisão que “não houve conduta ímproba a ser imputada ao demandado Francisco Iramar, ou seja, não houve nenhum ato de improbidade administrativa praticado pelo demandado.

A decisão se refere a obra do Complexo de Turístico de Santo Antônio, no município de Marcelino Vieira, cujo processo enfrentava entrave judicial.

O magistrado destacou ainda que “não há espaço para responsabilização de Francisco Iramar em relação a abandono da obra, isso porque, durante seu mandato houve desenvolvimento regular da obra, bem como não ter havido atraso excessivo na execução dos serviços, nem havido inércia e/ou negligência na fiscalização e execução dos serviços.

Assim, para a Justiça Federal, Iramar atendeu a todos os princípios administrativos previstos no ordenamento jurídico, não tendo agido com conduta improba, tampouco ter havido enriquecimento ilícito na obra do complexo de Santo Antônio.

Ao comentar a decisão, o ex-prefeito de Marcelino Vieira frisou sentir-se aliviado, uma vez que sempre teve sua consciência tranqüila em relação a esse assunto, já que não cometeu nada ilícito e que continua a confiar na Justiça.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Copyright © 2019 Gazeta do Oeste