Acesse nossas redes

Rolo no IFRN

Interventor é acusado de bagunçar reunião do Conselho Superior que aprovaria auxilio digital para estudantes

Denúncia é da Rede de Grêmios da instituição, lembrando descumprimento de regimento por parte do dirigente

gazetaadm

Publicado

em

Foto: Reprodução

O interventor do Instituto Federal do Rio Grande do Norte(Ifrn), Josué Moreira, sofre acusação de parte da Rede de Grêmios da instituição que, através de suas redes sociais, o acusaram de bagunçar reunião do Conselho Superior(Consup), que votaria pautas como retorno remoto das aulas e Auxilio Digital para os estudantes.

Veja o relato da representação estudantil, o Regif: “Nesta sexta-feira (31/07), o Conselho Superior do IFRN (CONSUP) reuniu-se extraordinariamente, por convocação dos próprios membros, para votar pautas como a data de retorno remoto das aulas e a aprovação do Auxílio Digital para os estudantes em situação de vulnerabilidade social.

O interventor Josué, e seu vice-interventor, José Ribeiro, tumultuaram a reunião desde o início. Ato provavelmente premeditado, Ribeiro alegou que os conselheiros descumpriram o Art. 26 do Regimento do CONSUP, que diz ser obrigatória a leitura e aprovação da ata da reunião anterior na reunião seguinte e por isso determinou que Conselho não deveria se reunir até que todas as atas fossem devidamente lavradas, pois do contrário (segundo ele) seria infringir o Regimento. Por esse motivo, Josué encerrou a reunião sem votar qualquer das pautas.

Esse golpe trava a discussão dos conselheiros eleitos e impede a existência da gestão democrática no IFRN, abrindo espaço para o interventor, como disse Salles, “passar a boiada”, uma vez que o Conselho, último bastião da democracia no instituto, está impedido de agir por tempo indeterminado.

Vale lembrar que Josué e Ribeiro repetidas vezes descumpriram o regimento e em nenhum momento sequer o admitiram. Ribeiro abrira uma consulta à Procuradoria Jurídica sobre a questão, o que pode indicar premeditação do ato de barrar os únicos capazes de impedir os desmandos da indigestão interventora. Ressalta-se, apesar das acusações de Ribeiro, que é atribuição do Presidente do Conselho (agora, o interventor Josué) fazer cumprir o referido artigo.

Por fim, a Secretária do Conselho Carolina foi constrangida diante da acusação por parte dos interventores de que ela faltou com seu trabalho, afinal, é desumano exigir que alguém consiga escrever várias atas por semana sobre reuniões que duram no mínimo 6h e suas outras atribuições

A Rede de Grêmios do IFRN demonstra seu repúdio ao interventor, sua total solidariedade à Carolina, Secretária do Conselho, e publiciza a todos os estudantes os ataques à democracia no IFRN.

Não nos calarão!”

Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade
Publicidade

Copyright © 2019 Gazeta do Oeste