Acesse nossas redes

RN

Governadora Fátima Bezerra surpreende docentes da UERN com retirada do auxilio-saúde

Aduern reage e intensifica convocação de servidores à Governadoria amanhã.

gazetaadm

Publicado

em

Foto: Reprodução

Gilberto de Sousa

O Governo do Estado através do Instituto de Previdência dos Servidores do Rio Grande do Norte, o IPERN, comunicou à universidade, através do ofício 2/2019, que os aposentados e aposentadas da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte(UERN) não deverão receber mais o auxílio saúde já a partir de agosto.

A informação foi confirmada pela Aduern, que através da sua presidente Rivânia Moura, considera a decisão um ataque frontal que surpreende, não só pelo seu imediatismo (solicitando a exclusão já na folha de agosto), mas também por retirar dos aposentados da Uern um direito histórico, conquistado há mais de 20 anos. A Aduern defende a paridade entre docentes ativos e inativos da Uern e que os direitos da categoria devem ser concedidos sem nenhum tipo de segmentação.

Diante disso, através de um vídeo em redes sociais, Rivânia Moura está reforçando a convocação, com urgência, de todos os professores e professoras a participar da Parada Geral do Funcionalismo Público estadual, amanhã (13) na Governadoria, em Natal. A Aduern disponibilizará transporte e alimentação para os associados e associadas interessados em participar da atividade, que devem enviar seu contato para a secretaria até a hoje (12) às 16h através dos telefones 33122324 e 988703983. O ônibus sairá da sede do sindicato às 4h e o retorno ao final da atividade.

Professores e professoras da UERN, reunidos no último dia 08 em Assembleia Geral da categoria, haviam aprovado a adesão à paralisação do funcionalismo estadual, que será realizada nesta terça-feira (13). Os docentes irão se integrar à mobilização unificada em Natal, a partir das 8h.

A Parada Geral tem como principais bandeiras de reivindicação, o pagamento imediato dos salários em atraso (docentes da UERN ainda aguardam o recebimento de Novembro, dezembro e o 13º de 2018); realização de concurso público para as diferentes instituições do estado; reajuste de 16,38%, igual ao já recebido por outras categorias do estado; e garantia de condições de trabalho para os trabalhadores e trabalhadoras do Rio Grande do Norte.

Copyright © 2019 Gazeta do Oeste