Acesse nossas redes

Colunas

Alex Moacir de saída do MDB

gazetaadm

Publicado

em

FRASE do dia:

“O que os jornalistas espalham: Carlos Bolsonaro defende a ditadura. Canalhas!”CARLOS BOLSONARO, vereador do RJ e filho do Presidente Bolsonaro recorreu às redes sociais para negar o que escreveu. Ou, traduzir o seu linguajar para o resto do Brasil entender as suas entrelinhas.

Alex Moacir de saída do MDB

O vereador mossoroense Alex Moacir (MDB), vai trocar de partido. Uma fonte da coluna afirmou que Alex está analisando o cenário visando sua reeleição no próximo ano. O vereador foi o quarto colocado entre os 21 em números de votos, obtendo 2.291 votos dos Mossoroenses.

Joao Gentil assumi a REDE

O vereador João Gentil (Sem Partido) assumirá a presidência da Direção Estadual da REDE Sustentabilidade. A sua nomeação acontecerá quando o partido superar questões burocráticas, dentro do processo de reorganização no Rio Grande do Norte. João Gentil foi eleito em 2016 pelo Partido Verde (PV). Recentemente deixou a sigla para assumir o comando estadual do Patriotas, onde ficou por quatro meses.

Sandro Pimentel em defesa da UERN

O deputado estadual Sandro Pimentel (Psol) apresentou uma PEC para proibir que o Governo do RN continue cortando recursos da Educação. Justificando a proposta, Pimentel aponta os R$ 300 mil/mês que o governo subtrai da Universidade do Estado do RN (UERN). A PEC tem assinatura de nove deputados.

TRE absolve Tião e Robinson

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE-RN) julgou improcedente, por 4 votos a 3, uma ação contra Robinson Faria (PSD) e Tião Couto (PR), candidatos a governador e vice nas eleições de 2018. O processo foi analisado na sessão desta quarta-feira, após o juiz Carlos Wagner ter pedido vista dos autos para melhor análise do caso. A ação foi movida pelo PSOL, que alegou suposto abuso de poder político em episódio envolvendo a inauguração do Complexo Viário da Redinha, em Natal, cuja obra ainda não havia sido concluída. De acordo com o PSOL, a entrega foi realizada dois dias antes do prazo que veda a participação de candidatos em cerimônias públicas de inaugurações.

Fabio Faria em Alta

Na bancada federal do Rio Grande do Norte, o deputado federal Fábio Faria (PSD) é o que tem mais força junto ao governo federal. Esse prestígio, além do transito livre na sua bancada partidária é reforçada no bem querer que o presidente Bolsonaro tem demonstrado ao seu sogro, Silvio Santos.

Rogério com mais poder

O ex-deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN) está cada vez mais prestigiado no governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL). Segundo a Globo News, Rogerio, que é secretário especial da Previdência e do Trabalho do Ministério da Economia, tem seu nome cotado para assumir a Secretaria Geral da Receita Federal, em substituição a Marcos Cintra demitido ontem, 11, do referido cargo.

Reestruturação da Receita

A grande missão de quem assumir a Receita Federal será a reestruturação do órgão, dentro dos critérios pretendidos pela administração Paulo Guedes/Jair Bolsonaro. O ex-diretor, Marco Cintra não conseguiu dialogar com os setores do Governo nem com o Congresso Nacional.

UFA do PSC

O PSC respira aliviado. Índio da Costa, o ex-deputado federal preso pela PF por suspeita de corrupção nos Correios, estava com ficha pronta para se filiar.

UFA do DEM

A cúpula do DEM já tem uma carta pronta, em tom elegante, na qual solicita ao deputado Luis Miranda a sua desfiliação. O acusado de estelionato não sabe se explicar.

PEC? Que PEC?

Se depender do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), a PEC que torna obrigatória a lista tríplice na escolha do procurador geral da República permanecerá parada na Casa. A Coluna antecipou que, após a indicação de Augusto Aras para a PGR, procuradores passaram a pressionar senadores para que a proposta volte a ser discutida e votada.

Na cola do Alcolumbre

Indagado por procuradores, Alcolumbre tem se limitado a afirmar que desconhece a proposta: “Tem essa PEC?”. O presidente do Senado tem elogiado as “credenciais” de Aras e atua para acelerar a sabatina e a aprovação do nome indicado por Bolsonaro.

Seguro defeso

Mais 300 Licenças de Pescadores Profissionais inscritas indevidamente no Registro Geral da Atividade Pesqueira foram canceladas pela Secretaria de Pesca e Aquicultura. Desde 2014, a Controladoria-Geral da União identificou 70% de irregularidades nos pagamentos do seguro defeso. A fraude pode chegar a R$ 2 bilhões por ano.

Pe$caria rola solta

As irregulares mais comuns são de benefícios pagos a quem não tem qualquer ligação com pesca. Brasília, por exemplo, acredite, tem mais de 38 mil pescadores cadastrados. Mas, por ora, as licenças foram canceladas no Pará, Amapá, Amazonas, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Sergipe e Santa Catarina.

CPI da Lava Jato

A oposição na Câmara tenta, há meses, apoio de deputados para instalar a CPI para apurar o vazamento de mensagens atribuídas aos integrantes da força-tarefa da Lava Jato e ao ministro da Justiça, Sérgio Moro. Até o momento, foram coletadas pouco mais de 160 das 171 assinaturas necessárias para o protocolo.

Ligação direta

Enquanto não conseguem emplacar a CPI, deputados do PT, PCdoB e PSol tentam levar integrantes da Lava Jato para depoimentos em comissões. O coordenador da força-tarefa, procurador Deltan Dallagnol, recusou todos os convites.

Continue Lendo
Publicidade
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2019 Gazeta do Oeste